Publicado por: JotaAntunes | 20 julho 2010

E agora Drummond?


E Agora Drummond? E agora Drummond? Que será de José? Que ficou sem tostão Que perdeu sua fé, Que não tem mais prazer... Que deixou de brigar, Que rendeu-se ao poder... Que não quer protestar, Sua raiva murchou Não tem gana mais não... A esperança acabou... E agora Drummond? Está sem trabalho Está sem dinheiro Está sem amigo e sem paradeiro Só vê desespero, miséria, abandono Os mesmos senhores na terra sem-dono Não vê a mudança, sonhar foi em vão José já se cansa... E agora Drummond? Se você voltasse, Se você escrevesse, Se você contasse que sofrer é esse Se você existisse e se denunciasse Se José pudesse ver a sua face Mas você foi embora, Que tristeza então... Pra José que chora... E agora, Drummond? Sozinho ele roda Na roda do mundo Atrás da utopia jogada no fundo Não viu alegria, a justiça não veio E o destino do povo parado no meio José chama o povo, ninguém lhe responde, Mas ele ‘inda marcha... Drummond, para onde? (E agora Drummond?)

João Nogueira

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: