Publicado por: JotaAntunes | 3 maio 2014

UMA LEI QUE JÁ NASCE DISCRIMINATÓRIA- RESPOSTA DO DEPUTADO PETISTA Gilberto Palmares BANERJ- Os excluí do Projeto Lei nº 3213/2010 os funcionários demitidos do ex- Banco do Estado do Rio de Janeiro marco 1996.


EMENTA:
DISPÕE SOBRE OS PARTICIPANTES DA CAIXA DE PREVIDÊNCIA DO SISTEMA BANERJ – PREVI-BANERJ, NA FORMA QUE MENCIONA.
Autor(es): Deputado GILBERTO PALMARES, EDSON ALBERTASSI

A ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
RESOLVE:
Art. 1º – Esta lei se aplica aos participantes da PREVI-BANERJ que optaram em receber o pagamento de 100% (cem por cento) das contribuições, na Liquidação extrajudicial da Caixa de Previdência dos Funcionários do Sistema BANERJ.

Art. 2º – Fica facultado aos participantes da PREVI-BANERJ, que optaram pelo item 1.1 b), do Contrato de Assunção de Obrigações em Negócio Jurídico com a PREVI-BANERJ, retornar ao sistema de previdência do Estado do Rio de Janeiro, mediante depósito do valor recebido, com atualização pelo índice oficial de correção.
Parágrafo Único – A fazenda Pública Estadual poderá parcelar os valores a serem depositados pelos participantes, previsto no caput deste artigo.

Art. 3º – O disposto nesta lei somente se aplica aos participantes da PREVI-BANERJ, que na época da Liquidação tinham completos 10 (dez) anos de efetiva contribuição.

Art. 4º – O Poder Executivo regulamentará a presente Lei.

Art. 5º – Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação.

Plenário Barbosa Lima Sobrinho, de Junho de 2010.

DEPUTADO GILBERTO PALMARES DEPUTADO EDSON ALBERTASSI
Segundo Vice-Presidente da ALERJ

JUSTIFICATIVA

Trata-se de Projeto de Lei que “DISPÕE SOBRE OS PARTICIPANTES DA CAIXA DE PREVIDÊNCIA DO SISTEMA BANERJ – PREVI-BANERJ, NA FORMA QUE MENCIONA.”

Cabe ressaltar que esta iniciativa legislativa visa permitir que os participantes da PREVI-BANERJ que optaram em receber o pagamento de 100% (cem por cento) das contribuições, na Liquidação extrajudicial da Caixa de Previdência dos Funcionários do Sistema BANERJ possam retornar ao sistema de previdência do Estado do Rio de Janeiro.

Pelo exposto, conclamo todos os parlamentares desta Casa de Leis a aprovarem a presente proposição.

00
0

UMA LEI QUE JÁ NASCE DISCRIMINATÓRIA

RESPOSTA DO DEPUTADO PETISTA Gilberto Palmares
BANERJ- Os excluí do Projeto Lei nº 3213/2010 os funcionários demitidos do ex- Banco do Estado do Rio de Janeiro marco 1996.
RESPOSTA DO DEPUTADO
Gilberto Palmares Caro Antunes:,com respeito,sua informação náo e precisa.Apresentamos o projeto de lei de acordo com o encaminhado pelas entidades representativas dos trab do BANERJ
.Nada fiz q tenha sido exclusivamente da minha cabeca.abraco
56 min · Curtir · 1
Jota Antunes Exmo Sr Deputado Gilberto Palmares Com todas máximas vênias levei ao Vosso conhecimento na residência do seu genro tais fatos que os demitidos do BANCO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO S/A foram expelidos do Projeto de Lei de autoria de V, Exª . O senhor me escutou ,silenciosamente, não me replicou . Entretanto em uma reunião no Sindicato dos Bancários, escutei a mesma “ladainha” que, só poderiam fazer parte da LISTA DAS “ENTIDADES ” que tinha como porta voz o Diretor Ronald Carvalhosa. Ora, será que algum jurista de renome foi consultado ? A Procuradoria Geral do Estado do Rio de Janeiro, ou mesmo o MPE ? Não sei ao certo que responda Vossa Excelência ! Ou as ENTIDADES DOS TRABALHADORES DO BANERJ lhe sonegaram todas INFORMAÇÕES do processo de FAXINA elaborado pelo banco BOZANO SIMONSEN nos fatídicos meses de dezembro de 1995/ janeiro / 1996 /fevereiro/ 1996 e o golpe fina que seu deu em março de 1996. Na reunião do Sindicato dos Bancários , ainda pude escutar a pérola do RONALD CARVALHOSA o seguinte : ” SE o Senador Lindbergh Farias de eleger pode existir uma luz no FIM DO TÚNEL”- Eu o repliquei dizendo que V.Exª na época fazia parte da base de sustentação do governo, bem como, faz parte do alto clero do Poder Legislativo e membro da mesa diretora. Disse-me CARVALHOSA: ” Antunes não tenho medo do debate” Quase pensei que seria COMBATE… Porquanto , entre umas e outras andanças não como LUMPEM que fique claro, tenho recebido informações de Defensores Públicos Federais, Defensores Públicos Estaduais,bem como membros do MPE, de que realmente os funcionários excluídos ao menos deveriam ser escutados. Não O PACOTE foi elaborado na base da teocracia do poder – Bem tipo as divisões das seis marias e das capitanias hereditárias – Bem deputado, enquanto eu VIVER vou escrever, quando desencarnar, ao menos quantro dos meus filhos continuarão a GRITAR e PROTESTAR que esse PROJETO foi um grande “slutty” com essa classe trabalhadora, já idosos , doentes e descrentes que NOSSA ESPERANÇA NÃO VENCEU O MEDO ! aos demitidos em MARÇO de 1996 – OS EXCLUÍDOS
Gilberto Palmares Caro Antunes:,com respeito,sua informação náo e precisa.Apresentamos o projeto de lei de acordo com o encaminhado pelas entidades representativas dos trab do BANERJ
.Nada fiz q tenha sido exclusivamente da minha cabeca.abraco
56 min · Curtir · 1
Jota Antunes Exmo Sr Deputado Gilberto Palmares Com todas máximas vênias levei ao Vosso conhecimento na residência do seu genro tais fatos que os demitidos do BANCO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO S/A foram expelidos do Projeto de Lei de autoria de V, Exª . O senhor me escutou ,silenciosamente, não me replicou . Entretanto em uma reunião no Sindicato dos Bancários, escutei a mesma “ladainha” que, só poderiam fazer parte da LISTA DAS “ENTIDADES ” que tinha como porta voz o Diretor Ronald Carvalhosa. Ora, será que algum jurista de renome foi consultado ? A Procuradoria Geral do Estado do Rio de Janeiro, ou mesmo o MPE ? Não sei ao certo que responda Vossa Excelência ! Ou as ENTIDADES DOS TRABALHADORES DO BANERJ lhe sonegaram todas INFORMAÇÕES do processo de FAXINA elaborado pelo banco BOZANO SIMONSEN nos fatídicos meses de dezembro de 1995/ janeiro / 1996 /fevereiro/ 1996 e o golpe fina que seu deu em março de 1996. Na reunião do Sindicato dos Bancários , ainda pude escutar a pérola do RONALD CARVALHOSA o seguinte : ” SE o Senador Lindbergh Farias de eleger pode existir uma luz no FIM DO TÚNEL”- Eu o repliquei dizendo que V.Exª na época fazia parte da base de sustentação do governo, bem como, faz parte do alto clero do Poder Legislativo e membro da mesa diretora. Disse-me CARVALHOSA: ” Antunes não tenho medo do debate” Quase pensei que seria COMBATE… Porquanto , entre umas e outras andanças não como LUMPEM que fique claro, tenho recebido informações de Defensores Públicos Federais, Defensores Públicos Estaduais,bem como membros do MPE, de que realmente os funcionários excluídos ao menos deveriam ser escutados. Não O PACOTE foi elaborado na base da teocracia do poder – Bem tipo as divisões das seis marias e das capitanias hereditárias – Bem deputado, enquanto eu VIVER vou escrever, quando desencarnar, ao menos quantro dos meus filhos continuarão a GRITAR e PROTESTAR que esse PROJETO foi um grande “slutty” com essa classe trabalhadora, já idosos , doentes e descrentes que NOSSA ESPERANÇA NÃO VENCEU O MEDO !
https://www.facebook.com/groups/164795760372286/?fref=ts
BANERJ- Os excluídos do Projeto Lei nº 3213/2010
Ser funcionário de um banco estatal nos idos dos anos 70, era a garantia certa de uma velhice tranquila aos 60 anos e com um salário que daria para VIVER.
“FHC e o PSDB simplesmente entregaram os bancos estatais aos bancos privados em um GRANDE NEGÓCIO DA CHINA”
Aqui no Estado do Rio de Janeiro com a demissão sumária de 14 mil trabalhadores A “parte boa” foi vendida ao Banco Itaú que arrematou o BANERJ por R$ 311.101.000,00, devendo ser ressaltado que 50% deste pagamento foram efetivados com as chamadas “moedas podres”.
Foi um verdadeiro esquartejamento do Banco do Estado do Rio de Janeiro S/A.
A propósito. Desse período sombrio vivido pelos verdadeiros mártires trabalhadores é oportuno lembrar que o Senado Federal de FHC em uma noite de 17/06/1997 corria contra o tempo já em plena madrugada. Lançando a própria sorte o maior patrimônio que é o ser humano – Fomos lançados ao limbo das pávidas geenas.
A Dor, o desespero, a indignação, a perplexidade, o abandono, a lenta justiça do trabalho e a desolação diante das incertezas quanto ao futuro, tomou corações e mentes de amargura.
Suicídios, cânceres, doenças cardiovasculares, psicológicas, etc. O Número de óbitos de mulheres e homens com 50 anos foram AVASSALADORAS.
Vergonha de alguns companheiros nas salas frias da Polícia Federal e das auditorias do INSS. Advogados inescrupulosos buscavam como abutres os fragilizados, com a promessa de “acelerarem” suas aposentadorias. Boa parte deu aos verdugos uma parcela de suas verbas rescisórias e ainda sofreram sanções penais.
Um verdadeiro caos emocional, não somente dos Ex-bancários, como também de seus familiares. Não obstante claro, famílias foram destruídas.
Atenção Obs:
Caso algum funcionário de bancos estaduais e/ou estatais forem chamados para depor na auditoria do INSS ou na PF, não contratem advogados, salvo melhor juízo, se o escritório não for da sua inteira confiança. Se a companheira e o companheiro foram lesados no passado e provarem que seus bens, bem como sua renda é mínina para sua subsistência e, mal dá para sua sobrevivência, procurem imediatamente a Defensoria Pública Federal. Ali, tenho por certo, receberá todas as garantias processuais e informações gratuitamente.
Não se desespere, mantenha a fé no Grande Pai e Criador Universal.”
Prestei um concurso público, me preparei para tal: estudei um ano contabilidade, matemática financeira e datilografia. Não ingressei no BEG por indicação ou apadrinhamento político.

Anúncios

Responses

  1. Olá! Antunes, você está se posicionando muito bem no seu blog, parabéns, estamos em ano eleitoral e o trabalhador precisa saber o que acontece nos bastidores do poder. Chega de engano, a verdade tem que transparecer, só assim podemos avaliar quem nos representa de verdade em todos os seguimentos da sociedade. Precisamos mudar, chega de mesmice.

  2. Bando de abutres nojentos Marcelo Cachaça Alencar, FHC e bando de deputados podres da época.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: