Publicado por: JotaAntunes | 20 agosto 2014

Dos cânceres do corpo e do câncer da alma


Cãncer

Breviário para aplicação clínica direta.
Em três emplastros diários. Sobre o coração…

Onde dói o câncer do corpo? Dói em qualquer lugar… dói de todo modo e intensidade.
Onde dói o câncer da alma? Dói apenas no coração e na alma; indeléveis, mesmo tarde da vida…

Quantos doem os cânceres do corpo? Doe muito, tal a maneira com que se toma remédio forte…
Quanto doe o câncer da alma? Pouco e surdamente. Porém doem a vida toda, ardem…

Qual o limite do câncer do corpo? O limite é a morte, quando se sucumbe. Ou a vida, quando é vencedor quem sofre…
Qual o limite do câncer da alma? Uma geração. Perma-nece incurável a vida toda. Desde que brota, até o dia da morte do dono… Só depura na geração seguinte… É a regra.

Qual o destino de quem sofre (curando ou não o câncer ) o do corpo? O destino de ser uma pessoa melhor do que já é… Ou melhor, e bem melhor do que já tinha sido. É a regra. São os termos do sofrimento do câncer do corpo…

Qual o destino de quem sofre do câncer da alma? É o de ser consumido e consumir tudo e todos ao seu redor… De tanta amargura , de tanta inveja, de tanto ódio e de tanto rancor…

Qual a etiologia ( a causa) do câncer do corpo? Multifatorial, sem dúvida… Inexplicável, na grande maioria dos casos…( pouca certeza científica, pode crer. E muita probabilidade. Para muito e muito câncer…)
Qual a etiologia do câncer da alma? Infecciosa. Que nem a praga dos cachorros loucos. Contamina, ou gosta logo de uma classe social. O germe chama-se, ou melhor, tem um nome complicado em latim que não me cabe enunciar. Posso tentar uma ideia em português. Algo como “… acho sempre quem pensa diferente de mim, errado. Principalmente quando ele começa (o diálogo) a dizer que sou igual a ele próprio…”

Como quem sofre do câncer do corpo vê e explica quem sofre do câncer da alma? Pesaroso e entristecido. Às vezes, quem tem câncer do corpo exatamente lutou, e lutou bastante para que quem tivesse o câncer da alma sofresse menos… Talvez até vítima ontem, do germe infeccioso (porém nunca contraiu a doença da alma), esteja triste em ser vítima hoje. De tanta peçonha, de tanto veneno…

Como quem sofre do câncer da alma vê e explica quem sofre do câncer do corpo? Supersticioso e primitivo. Associa moral reprimida, hábitos que não pratica ou aprova, como causa do câncer do corpo. Na falta de evidencia científica de tal posição (da causa do evento), dissipa suas dúvidas com qualidades negativas, perorações e ojerizas gratuitas, receitadas a quem é vítima (do exato evento do corpo)… Tanto de um lado como de outro deixa, desta forma, entrever: de parte, a subcultura humanística, pela superstição. Doutra parte, a ausência ou a baixa expectativa de quem pode ser, ou é, o Outro (exatamente aquele que não pensa similarmente consigo…)

Qual o tratamento e a expectativa do câncer do corpo? Quimio, rádio, cirurgia e uma palavrinha, a braquiterapia. E o transplante de medula. Ah! E as medidas de suporte. Da biologia nutricional do enfermo, às suas condições psicológicas, ao carinho da família. Este, direto, claro e abundante…

Qual o tratamento do câncer da alma? Extremamente danoso, pois é altamente anafilático (provoca uma alergia reacional sem controle)… Duas Doses Endovenosas, altamente concentradas, de Generosidade, anticorpo da profundeza da alma humana, só fornecido pelo Criador de todas as coisas. Atenção: só pode ser o da subespécie curativa, o mais agressivo. O da Generosidade para com toda a raça humana… O anticorpo de generosidade menor, familiar, não funciona. Só prolonga ou disfarça a doença… Lembrar: grande perigo de anafilaxia; faz parte do risco do tratamento e a cura. Esta, quando dá certo, é sobremodo sofrida…

Quem tem câncer do corpo pode sofrer o da alma? Pode, mais é difícil. A superfície infectada tem que ser muito grande…
Quem tem o da alma pode sofrer… O do corpo? Pode sim, aliás, isto é… Esta ocorrência… É extremamente frequente!
O que acontece então? Curioso… Do câncer do corpo, ele – o paciente – cura (ou não…), tanto quanto os outros. Na exata e mesma proporção.

Agora…

O curioso é que: coexistindo agora com o câncer do corpo, o câncer da alma alcança uma sobretaxa espantosa de cura. Inexplicável…! Quando se considera que os anticorpos de Generosidade – na teoria – não podem nascer daquele mesmo organismo – este debilitado e sem compreensão do que pode significar o Outro…

 

 

 

Autor desconhecido

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: